CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / EITA!

Diretor admite que "Som da Liberdade" não é 100% real: "Não fiz um documentário"

Considerado o filme mais polêmico do ano, produção já está em cartaz nos cinemas brasileiros

Henrique Nascimento | @hc_nascimento - Publicado em 02/10/2023, às 10h45 - Atualizado em 29/01/2024, às 16h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Diretor admite que história de "Som da Liberdade" não é 100% real: "Não fiz um documentário" - Divulgação/Paris Filmes
Diretor admite que história de "Som da Liberdade" não é 100% real: "Não fiz um documentário" - Divulgação/Paris Filmes

"Som da Liberdade", que já está disponível no catálogo do Amazon Prime Video, foi considerado, desde o seu lançamento, o longa mais polêmico de 2023. Além de acusações de que o longa seria uma propaganda para teorias conspiratórias de extrema-direita, uma das críticas à produção é de que ela, na verdade, não seria baseada em uma história real.

Em entrevista ao Omelete, o diretor de "Som da Liberdade", Alejandro Monteverde, afirmou que "não estava fazendo um documentário" e, portanto, o filme seria "mais ou menos 80% verdadeiro":

"Algumas das nossas discussões [sobre como contar a história] duravam três meses até ele perceber que eu precisava [tomar liberdades criativas], porque as pessoas vão ver o filme", revelou o diretor sobre as convedsas que teve com Tim Ballard, que inspirou "Som da Liberdade". "Eu disse: 'Isso é para começar uma discussão sobre tráfico de crianças, mas precisa entreter."

"Me pergunte se ele teve uma arma apontada para a cabeça dele na Colômbia [como mostrado no filme]. Não teve! Perguntei a ele: 'Você já teve uma arma apontada para a sua cabeça?' Ele disse que sim, no Haiti. Respondi: "Ótimo, agora vai acontecer na Colômbia'".

"Som da Liberdade" é a adaptação cinematográfica da história de Tim Ballard, um agente especial do governo norte-americano, responsável por prender pedófilos há mais de uma década, salvando as vidas de incontáveis crianças, mesmo sem nunca ter levado nenhuma delas de volta para os seus lares.

Confrontado com essa realidade, Ballard, vivido no filme por Jim Caviezel (Jesus Cristo em "A Paixão de Cristo", de 2004), vê a possibilidade de mudar o foco do seu trabalho e, logo em sua primeira missão, é bem-sucedido e acaba recuperando o pequeno Miguel (Lucás Ávila, "Enfermeras"), devolvendo-o ao seu pai, Roberto (José Zúñiga, "Crepúsculo").

No entanto, a irmã de Miguel, Rocío (Cristal Aparicio, "Perdida"), que foi sequestrada junto com ele, continua desaparecida, o que leva Ballard, um homem cristão, casado e pai de cinco filhos, a se colocar no lugar de Roberto e passar a dedicar os seus próximos passos ao resgate da garota e outras tantas crianças, vítimas de tráfico sexual internacional. Assista ao trailer:

O elenco do filme ainda conta com Mira Sorvino ("After - Depois da Promessa"), Bill Camp ("12 Anos de Escravidão"), Javier Godino ("O Segredo dos Seus Olhos"), Yessica Borroto Perryman ("Quatro Estações em Havana"), Eduardo Verástegui ("Segurança de Shopping 2") e Gustavo Sánchez Parra ("Amores Brutos").

Nos Estados Unidos, logo após a estreia, "Som da Liberdade" foi acusado de ser um veículo de propagação da QAnon, uma teoria da conspiração da extrema-direita, que diz que existe uma elite global formada por adoradores de Satanás, canibais e pedófilos, que sequestra crianças para beber o seu sangue.

Porém, as acusações não impediram que Som da Liberdade se tornasse um sucesso e, desde julho, a produção já havia arrecadado US$ 184 milhões (cerca R$ 905 milhões na cotação atual) em bilheteria apenas nos Estados Unidos e mais US$ 66 milhões (R$ 325 milhões) no resto mundo, ultrapassando a marca de US$ 250 milhões (R$ 1,23 bilhão) em arrecadação total. CineBuzz já viu o filme e você confere o que achamos clicando aqui.

Para qual lançamento de 2024 você está mais ansioso? Vote em seu filme favorito!

  • "Anatomia de uma Queda" (25 de janeiro)
  • "Pobres Criaturas" (1º de fevereiro)
  • "O Mal Que Nos Habita" (1º de fevereiro)
  • "Bob Marley: One Love" (15 de fevereiro)
  • "Todos Nós Desconhecidos" (29 de fevereiro)
  • "Duna: Parte 2" (14 de março)
  • "Rivais" (26 de abril)
  • "Furiosa: Uma Saga Mad Max" (24 de maio)
  • "Deadpool 3" (25 de julho)
  • Um Lugar Silencioso: Dia Um (28 de junho)
  • Coringa 2 (4 de outubro)

Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!