CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / NOVIDADE

Diretor ignora críticas a "Som da Liberdade": "Feedbacks amorosos e positivos"

Filme mais polêmico do ano está em cartaz nos cinemas brasileiros desde o último dia 21 de setembro

Henrique Nascimento | @hc_nascimento - Publicado em 26/09/2023, às 12h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Alejandro Monteverde, diretor de "Som da Liberdade", ignorou críticas ao filme e disse que o longa só recebeu "feedbacks amorosos e positivos" - Divulgação/Paris Filmes
Alejandro Monteverde, diretor de "Som da Liberdade", ignorou críticas ao filme e disse que o longa só recebeu "feedbacks amorosos e positivos" - Divulgação/Paris Filmes

"Som da Liberdade" chegou aos cinemas brasileiros no último dia 21 de setembro e, apesar da fama de ser o filme mais polêmico do ano, se tornou o filme mais assistido em seu final de semana de estreia.

Desde que foi lançado, o filme tem recebido diversas críticas negativas, mas o diretor Alejandro Monteverde, em entrevista ao Splash, do Uol, afirmou que, na verdade, só soube de "feedbacks muito amorosos e positivos":

"Eu não ouvi uma crítica negativa. Talvez você possa me contar, se ela existir. Todas as pessoas que foram assistir, como audiência, me deram feedbacks muito amorosos e positivos", declarou.

"Ficamos duas semanas seguidas com 100% de aprovação no [agregador online de críticas] Rotten Tomatoes. O público gostou e está gostando. Eu faço e vou fazer sempre meu trabalho por ele", ainda disse Monteverde.

Nos Estados Unidos, logo após a estreia, "Som da Liberdade" foi acusado de ser um veículo de propagação da QAnon, uma teoria da conspiração da extrema-direita, que diz que existe uma elite global formada por adoradores de Satanás, canibais e pedófilos, que sequestra crianças para beber o seu sangue.

As acusações não impediram que "Som da Liberdade" se tornasse um sucesso e, desde julho, quando o filme estreou nos Estados Unidos, arrecadasse mais de US$ 180 milhões (R$ 876 milhões na cotação atual) em bilheteria apenas no país. Sobre a polêmica, Monteverde dispensou qualquer relação com teorias conspiratórias:

"Quanto às polêmicas, houve ataques e também houve quem nos defendeu. O que posso dizer é que os números de pessoas em situação em escravidão não mentem e, em 2015, quando comecei a escrever o filme, essa teoria da conspiração nem existia", afirmou.

Sobre "Som da Liberdade"

"Som da Liberdade" é a adaptação cinematográfica da história de Tim Ballard, um agente especial do governo norte-americano, responsável por prender pedófilos há mais de uma década, salvando as vidas de incontáveis crianças, mesmo sem nunca ter levado nenhuma delas de volta para os seus lares.

Confrontado com essa realidade, Ballard, vivido no filme por Jim Caviezel (Jesus Cristo em "A Paixão de Cristo", de 2004), vê a possibilidade de mudar o foco do seu trabalho e, logo em sua primeira missão, é bem-sucedido e acaba recuperando o pequeno Miguel (Lucás Ávila, "Enfermeras"), devolvendo-o ao seu pai, Roberto (José Zúñiga, "Crepúsculo").

No entanto, a irmã de Miguel, Rocío (Cristal Aparicio, "Perdida"), que foi sequestrada junto com ele, continua desaparecida, o que leva Ballard, um homem cristão, casado e pai de cinco filhos, a se colocar no lugar de Roberto e passar a dedicar os seus próximos passos ao resgate da garota e outras tantas crianças, vítimas de tráfico sexual internacional. Assista ao trailer:

O elenco do filme ainda conta com Mira Sorvino ("After - Depois da Promessa"), Bill Camp ("12 Anos de Escravidão"), Javier Godino ("O Segredo dos Seus Olhos"), Yessica Borroto Perryman ("Quatro Estações em Havana"), Eduardo Verástegui ("Segurança de Shopping 2") e Gustavo Sánchez Parra ("Amores Brutos").CineBuzz já viu o filme e você confere o que achamos clicando aqui.

Para qual lançamento de 2023 você está mais ansioso? Vote em seu filme favorito!

  • "As Tartarugas Ninja: Caos Mutante" (31 de agosto)
  • "A Freira 2" (7 de setembro)
  • "A Noite das Bruxas" (14 de setembro)
  • "Som da Liberdade" (21 de setembro)
  • "Jogos Mortais X" (28 de setembro)
  • "Assassinos da Lua das Flores" (19 de outubro)
  • "Duna: Parte" (2 de novembro)
  • "As Marvels" (10 de novembro)
  • "Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes" (16 de novembro)
  • "Aquaman e o Reino Perdido" (21 de dezembro)
  • "Rebel Moon" (22 de dezembro)

Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!