CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / ESPECIAL

Relembre a carreira de Madonna no cinema

Artista completa 65 anos nesta quarta-feira (16) e, além de ter uma carreira de sucesso na música, já se aventurou nas telonas

Redação Publicado em 16/08/2023, às 15h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Madonna como Eva Perón em "Evita", um de seus maiores trabalhos no cinema - Divulgação
Madonna como Eva Perón em "Evita", um de seus maiores trabalhos no cinema - Divulgação

Madonna tem uma carreira de sucesso na música. Considerada a rainha do pop, a artista, que completa 65 anos nesta quarta-feira (16), lançou o seu primeiro álbum, "Madonna", em 1983, que já incluía "Holiday", um dos maiores sucessos da cantora.

Nos anos seguintes, vieram muitos outros álbuns e, com eles, dezenas de hits, como "Like a Virgin", "Material Girl", "Vogue", "Like a Prayer", "Express Yourself", "Music", "Erotica", "Me Against the Music", "Hung Up" e "4 Minutes", só para citar alguns.

Porém, a cantora não se limitou e também se aventurou nas telonas. O seu primeiro grande papel foi no filme "Procusa-se Susan Desesperadamente", de 1985, que captava a sensação da cena underground no início dos anos 1980 em Nova York.

Porém, apesar de ter ido bem em seu primeiro filme, Madonna vivenciou a decepção da crítica e do público no ano seguinte, quando apareceu em "Surpresa de Shangai" ao lado de Sean Penn, com quem viria a se casar. Sua atuação foi considerada ruim a ponto de render o prêmio de Pior Atriz no Framboesa de Ouro, o Oscar dos piores filmes.

Em 1987, ela se envolveu em outro fracasso, "Quem É Essa Garota?", de James Foley, mas se recuperou com "Dick Tracy", de 1990. No entanto, o sucesso não durou muito tempo, já que o seu filme seguinte, "Corpo em Evidência", de 1993, foi mal avaliado pela crítica e fracassou comercialmente.

Foi só em 1996 que Madonna conseguiu alcançar outro patamar no cinema: ela estrelou "Evita", que até hoje é o maior filme de sua carreira como atriz. Pelo papel principal no longa, a artista levou para casa o Globo de Ouro de Melhor Atriz em Comédia ou Musical.

Em 2000, ela também recebeu diversos elogios por sua atuação na comédia romântica "Sobrou pra Você", na qual vive uma mulher com o sonho de encontrar o homem ideal para realizar o seu desejo de ser mãe.

Entretanto, a escalada de sucesso foi barrada com outro fracasso: Madonna ganhou um novo Framboesa de Ouro de Pior Atriz por sua participação em "Destino Insólito", dirigido por seu então marido, Guy Ritchie.

Logo, ela decidiu mudar o rumo de sua carreira no cinema e passou a investir na direção. Em 2008, Madonna estreou como diretora em "Sujos e Sábios", filme sobre um cigano ucraniano, que sonha em ser uma estrela de rock.

O longa foi exibido no Festival de Berlim e recebeu boas críticas, o que levou Madonna a dirigir o seu segundo filme, "W.E. - O Romance do Século", sobre o escandaloso caso do rei britânico Edward VIII com uma americana divorciada.

Cinebiografia de Madonna por Madonna?

Em 2022, Madonna revelou que o seu próximo trabalho no cinema seria no comando de sua própria cinebiografia. "Eu tive uma vida extraordinária, então preciso fazer um filme extraordinário. Foi também uma tentativa de se adiantar a algo que já ia acontecer, porque muitas pessoas estavam tentando fazer um filme sobre mim - em sua maioria, homens misóginos. Então o que fiz foi colocar um pé na porta e dizer: 'Ninguém vai contar a minha história, a não ser eu mesma'", declarou em entrevista à Variety.

No entanto, apesar da empolgação e os constantes rumores sobre quem interpretaria a artista no filme - Florence Pugh ("Não Se Preocupe, Querida"), Julia Garner ("Ozark"), Emma Laird ("Mayor of Kingstown"), Alexa Demie ("Euphoria") e Odessa Young ("Mothering Sunday") estavam na disputa -, a cinebiografia pode ter sido cancelado por divergências criativas entre Madonna e os produtores da Universal Pictures.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!