CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Curiosidades / HISTÓRIAS DO OSCAR

Em 95 edições do Oscar, apenas 7 mulheres concorreram ao prêmio de Melhor Direção

No Dia Internacional da Mulher, relembramos mulheres como Jane Campion, Chloé Zhao e Kathryn Bigelow, que fizeram história na premiação

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 08/03/2023, às 10h41 - Atualizado em 12/03/2023, às 12h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Em 95 edições do Oscar, apenas 7 mulheres concorreram ao prêmio de Melhor Direção - Divulgação/Getty Images: Frazer Harrison/Kevin Winter
Em 95 edições do Oscar, apenas 7 mulheres concorreram ao prêmio de Melhor Direção - Divulgação/Getty Images: Frazer Harrison/Kevin Winter

Em 95 anos de Oscar, a premiação mais celebrada do cinema mundial, apenas sete mulheres concorreram à categoria de Melhor Direção, sendo que somente três delas venceram. No Dia Internacional da Mulher, nós de CineBuzz relembramos as mulheres que fizeram história na premiação.

Foi somente na 49ª edição que a Academia indicou a primeira mulher ao Oscar de Melhor Direção. Foi a italiana Lina Wertmüller, pelo filme “Pasqualino Sete Belezas”. É claro que ela não venceu, perdeu para o diretor de “Rocky, Um Lutador” - e uma vitória feminina ainda demoraria alguns anos para acontecer.

Mesmo com Lina Wertmüller quebrando o tabu, foi somente em 1994 que outra mulher voltou a ser indicada ao Oscar de Melhor Direção. E foi com Jane Campion, que concorreu à categoria de Melhor Direção por “O Piano”. Na ocasião, ela não venceu o prêmio, que ficou para Steven Spielberg, por “A Lista de Schindler”.

Uma década após a indicação de Campion, foi a vez de Sofia Coppola receber uma indicação ao Oscar de Melhor Direção por seu segundo longa, “Encontros e Desencontros”, estrelado por Bill Murray e Scarlett Johansson. Mesmo sendo uma das diretoras de maior prestígio em Hollywood, Sofia não voltou a ser indicada à categoria.

Em 2010, na 82ª edição, finalmente veio o Oscar para uma mulher. A dona do feito foi Kathryn Bigelow, pelo filme “Guerra ao Terror'', que se tornou o primeiro filme da história do Oscar dirigido por uma mulher a vencer também na categoria principal. Feito repetido em 2021 por Chloé Zhao, com “Nomadland”.

Antes de Zhao, em 2018, Greta Gerwig se tornou a 5ª mulher a concorrer ao Oscar de Melhor Direção por “Lady Bird: A Hora de Voar”. No entanto, naquele ano, não foi a vez de uma mulher vencer a categoria pela segunda vez, o que aconteceu em 2021, quando Chloé Zhao fez história como a primeira mulher não branca a ser indicada e vencer a categoria.

Naquele mesmo ano, outra mulher também concorria, a estreante Emerald Fennell, por “Bela Vingança”. Marcando a cerimônia como a primeira da história em que duas mulheres disputaram a categoria.

Em 2022, outro feito histórico, com a vitória de Jane Campion, pela direção de "Ataque dos Cães", foi a primeira vez na história em que duas mulheres ganharam em anos consecutivos. No entanto, em 2023, dentre os 5 indicados, nenhuma mulher apareceu nomeada.

O Oscar 2023 está vindo aí! Para quem vai a sua torcida na categoria de Melhor Direção?

  • Martin McDonagh, "Os Banshees de Inisherin"
  • Daniel Kwan e Daniel Scheinert, "Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo"
  • Steven Spielberg, "Os Fabelmans"
  • Todd Field, "Tár"
  • Ruben Östlund, "Triângulo da Tristeza"

Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!