CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Famosos / EITA!

J.K. Rowling diz que tem o apoio de "uma tonelada de fãs" de "Harry Potter" em caso de transfobia

Autora dos livros disse ainda que não se arrepende de suas declarações

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 14/03/2023, às 16h05

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
J.K. Rowling diz que tem o apoio de "uma tonelada de fãs" de "Harry Potter" em caso de transfobia - Stuart C. Wilson/Getty Images
J.K. Rowling diz que tem o apoio de "uma tonelada de fãs" de "Harry Potter" em caso de transfobia - Stuart C. Wilson/Getty Images

J.K. Rowling disse que sabia que seus comentários sobre mulheres trans há quase três anos cairiam "como uma granada" no Twitter, mas afirmou que, apesar da reação, “muitos fãs de Harry Potter ficaram gratos por eu ter dito o que disse”.

Eu sabia com certeza que, se falasse, muitas pessoas que amaram meus livros ficariam profundamente infelizes comigo”, disse a autora no último episódio do podcast “The Witch Trials of J.K. Rowling”, lançado nesta terça-feira (14).

"Pessoalmente, não foi divertido e às vezes tenho medo de minha própria segurança e, principalmente, da segurança de minha família. O tempo dirá se entendi errado. Só posso dizer que pensei sobre isso profundamente, duramente e por muito tempo e ouvi, prometo, o outro lado."

No episódio 5 do podcast, a autora lembrou tudo começou em 2020 – quando viu um artigo no seu feed do Twitter que dizia: “Criando um mundo pós-COVID-19 mais igualitário para pessoas que menstruam”, o que a deixou “muito brava.

Em 6 de junho de 2020, ela twittou: "'Pessoas que menstruam.' Tenho certeza de que costumava haver uma palavra para essas pessoas. Alguém me ajude." E isso foi "como jogar uma granada de mão no Twitter", disse Rowling

Rowling postou outro tweet naquele dia que dizia: “Se o sexo não é real, não há atração pelo mesmo sexo. Se o sexo não é real, a realidade vivida pelas mulheres globalmente é apagada. Conheço e amo pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a capacidade de muitos de discutir suas vidas de maneira significativa. Não é ódio falar a verdade."

Como esperado, Rowling foi criticada por muitas pessoas que viam seus comentários como transfóbicos. “Mas, ao mesmo tempo, devo dizer a vocês, uma tonelada de fãs de Harry Potter ainda estavam comigo. E, de fato, muitos fãs de Potter ficaram gratos por eu ter dito o que disse."

Olhando para trás, Rowling disse que não se arrepende: “Eu mantenho cada palavra que escrevi lá, mas a questão é: Qual é a verdade? E estou argumentando contra as pessoas que estão literalmente dizendo que o sexo é uma construção, [que] não é real."

Em outro ponto do episódio do podcast, Rowling disse sobre aqueles que se recusam a debater questões de identidade de gênero: “Eu absolutamente acredito que há algo de perigoso nesse movimento e ele deve ser desafiado”. Ela reiterou: "Minha posição é que esse ativismo, atualmente, ecoa exatamente no que eu estava alertando em Harry Potter."

No primeiro episódio do podcast, Rowling diz ainda que “nunca teve a intenção de chatear ninguém” com seus comentários, mas que não se preocupa em como a polêmica afetará seu “legado”:

​​“Eu não ando por aí pensando no meu legado. Sabe, que maneira pomposa de viver sua vida, andando por aí pensando: 'Qual será o meu legado?' Tanto faz, estarei morta. Eu me importo agora. Eu me importo com os vivos.”

Para qual lançamento de 2023 você está mais ansioso? Vote em seu filme favorito!

  • "Shazam! Fúria dos Deuses" (16 de março)
  • "John Wick 4: Baba Yaga" (23 de março)
  • "O Urso do Pó Branco" (30 de março)
  • "Super Mario Bros. O Filme" (6 de abril)
  • "Dungeons & Dragons: Honra Entre Rebeldes" (13 de abril)
  • "Guardiões da Galáxia: Volume 3" (4 de maio)
  • "Renfield: Dando Sangue Pelo Chefe" (4 de maio)
  • "Velozes & Furiosos 10" (18 de maio)
  • "A Pequena Sereia" (25 de maio)
  • "Homem-Aranha: Através do Aranhaverso" (1º de junho)
  • "Transformers 7: O Despertar das Feras" (8 de junho)
  • "The Flash" (16 de junho)
  • "Indiana Jones e o Chamado do Destino" (29 de junho)
  • "Missão Impossível: Acerto de Contas - Parte 1" (13 de julho)
  • "Barbie" (20 de julho)
  • "Oppenheimer" (20 de julho)
  • "Besouro Azul" (17 de agosto)
  • "As Marvels" (10 de novembro)
  • "Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes" (16 de novembro)
  • "Aquaman e o Reino Perdido" (21 de dezembro)

Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!