CineBuzz
Famosos / POLÊMICA

J.K. Rowling sugere que uso de hormônios é "terapia de conversão para jovens gays"

Autora da saga Harry Potter vem sendo alvo de polêmicas nas últimas semanas

Redação Publicado em 06/07/2020, às 11h32

J.K. Rowling em entrevista ao USA Today - Reprodução/YouTube
J.K. Rowling em entrevista ao USA Today - Reprodução/YouTube

A autora da saga Harry Potter J.K. Rowling está de volta aos holofotes após afirmar no Twitter de que jovens gays estão sendo desviados para o uso de hormônios e cirurgias que não podem não ser de seu interesse, e comparando as medidas à "terapia de conversão". Recentemente, a escritora vem sendo acusada de ter sido transfóbica.

"Muitos, inclusive eu, acreditamos que estamos assistindo a um novo tipo de terapia de conversão para jovens gays, que estão sendo seguidos por um caminho de medicalização que pode resultar na perda de sua fertilidade e ou função sexual completa", escreveu Rowling em seu perfil na rede social em uma das 11 publicações que fez sobre o assunto.



Ela estava respondendo um usuário do Twitter, que disse: "Quem tinha apostado que a J.K. Rowling iria apoiar aqueles que dizem que quem toma medicamento para saúde mental é preguiçoso? Eu tomo remédios diários para funcionar, esse sentimento é muito ofensivo, e é ativamente prejudicial a milhões".

+Leia mais: J.K. Rowling é acusada de transfobia ao defender mulher demitida após criticar identidade de gênero

A escritora começou a série de respostas dizendo que havia ignorada diversos comentários sobre si nos últimos dias, mas não iria ignorar este. "Quando você mente sobre o que eu acredito sobre medicamentos para a saúde mental e quando deturpa os pontos de vista de uma mulher trans por quem não sinto nada além de admiração e solidariedade, você passa dos limites", disse Rowling.

Ela continua desabafando sobre seus “próprios desafios de saúde mental” e expressou preocupação com jovens com problemas de saúde mental “serem desviados para hormônios e cirurgia quando isso pode não ser do seu interesse”, antes de twittar sobre terapia de conversão. A autora ainda cita um documentário da BBC e vários estudos sobre o assunto.

“Nada disso pode incomodá-lo ou perturbar sua crença em sua própria justiça. Mas, se assim for, não posso fingir que me importo muito com a sua opinião ruim sobre mim ”, ela conclui.

A modelo e ativista trans Munroe Bergdorf, diante da repercussão que os comentários da autora tomaram, resolveu rebater. "J.K. Rowling não é um cientista. Ela não é uma doutora. Ela não é especialista em gênero. Ela não apoia nossa comunidade", disse. “Ela é uma mulher branca bilionária, cisgênero, heterossexual, que decidiu que sabe o que é melhor para nós e nossos corpos. Esta não é a luta dela".

 


+ Notebooks novinhos para você trabalhar ou estudar:

1. Kit Notebook Acer Aspire 3 + Mochila: https://amzn.to/37Em9Ms

2. Notebook 2 em 1 Acer Spin 3: https://amzn.to/30pqhga

3. Notebook Acer Aspire 5: https://amzn.to/35J9c2f

4. Chromebook Acer N7 C731-C9DA: https://amzn.to/37zgcQO

5. Notebook Ideapad S145, Lenovo: https://amzn.to/3ajowpk

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.