CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Famosos / CASO GRAVE

Preso por suspeita de pedofilia, José Dumont exploraria crianças em nova novela do Globoplay

Ator foi desligado do elenco de "Todas as Flores", que está prevista para estrear em outubro

Redação Publicado em 15/09/2022, às 21h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Personagem de José Dumont, preso por suspeita de pedofilia, exploraria crianças em nova novela do Globoplay - Globo/João Miguel Júnior
Personagem de José Dumont, preso por suspeita de pedofilia, exploraria crianças em nova novela do Globoplay - Globo/João Miguel Júnior

Preso em flagrante por armazenar pornografia infantil e suspeita de pedofilia, o ator José Dumont estava contratado para o elenco de "Todas as Flores", primeira novela de João Emanuel Carneiro exclusiva para o Globoplay, e o seu personagem exploraria crianças em situação de rua para a vilã vivida por Regina Casé.

Na trama, de acordo com o site Notícias da TV, o ator viveria Galo, descrito como assassino, ladrão e traficante, que ajuda Zoé, personagem de Casé, em seu esquema de tráfico humano disfarçado de obra de caridade. Ele seria responsável por encontrar miseráveis nas ruas, especialmente mulheres, para entregar à vilã.

No passado, Galo teria tido um romance com Zoé e a iniciado no crime. No entanto, após "superar o mestre", ela teria se aproveitado da paixão nutrida pelo bandido, além dos segredos compartilhados por Galo com sua ex-amante, para transformá-lo em seu servo.

Em comunicado enviado à imprensa, no entanto, a Comunicação da Globo revelou que o ator foi demitido da novela após a prisão em flagrante nesta quinta-feira (15). De acordo com o texto, a empresa acredita "a suspeição de pedofilia é grave" e "nenhum comportamento abusivo e criminoso é tolerado pela empresa, ainda que ocorra na vida pessoal dos contratados e de terceiros que com ela tenham qualquer relação."

Entenda o caso

De acordo com informações do G1, a prisão de José Dumont aconteceu após o artista ser alvo de um mandado de busca e apreensão emitido após uma investigação pela suspeita do crime de estupro de vulnerável.

Dumont foi denunciado por vizinhos do condomínio onde mora, após ser flagrado abusando de um adolescente de 12 anos com beijos e carícias. Ele teria se aproximado do garoto há cerca de um ano, oferecendo ajuda financeira e presentes à vítima, como desculpa para cometer os abusos.

Ao cumprir o mandado de busca e apreensão na casa do ator, a polícia teria encontrado vídeos e fotos com pornografia infantil no celular e no computador de Dumont. Ele foi preso em flagrante e levado à Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), localizada no Centro do Rio de Janeiro. De acordo com o Estado da Criança e do Adolescente, armazenar imagens de sexo envolvendo crianças é crime.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!