CineBuzz
News / RACISMO

Restaurante impede criança negra de entrar no estabelecimento por não estar com roupas "adequadas"

Caso aconteceu em um dos restaurantes do Atlas Restaurant Group

Redação Publicado em 23/06/2020, às 10h35

Caso aconteceu em Baltimore - Twitter
Caso aconteceu em Baltimore - Twitter

Um restaurante de Baltimore, Estados Unidos, está se desculpando para uma mãe afro-americana e seu filho, que foram vítimas de um caso de racismo no estabelecimento. Na ocasião, o gerente se recusou a atendê-los, dizendo que a criança não estava vestida de maneira "apropriada" para o lugar.

O caso, que aconteceu em um dos estabelecimentos do Atlas Restaurant Group, foi registrado em vídeo pelo celular de Marcia Grant, enquanto ela tentava conseguir uma mesa no restaurante Ouzo Bay.



+Leia mais: Pastor é acusado de racismo após chamar moradores de periferia de 'moreninhos, encardidos e sujos'

Na gravação, é possível ouvir o gerente dizer que eles não podem ficar sentados no restaurante pois a roupa do filho estaria violando um código de vestuário do local. No entanto, havia uma criança branca dentro do restaurante vestindo praticamente igual ao filho de Marcia. O gerente não conseguiu explicar o motivo pelos diferentes tratamentos.

Veja o vídeo:

O Atlas Restaurant Group disse que estava "enojado", acrescentando: "Embora os códigos de vestuário nas propriedades do Atlas sejam o resultado de contribuições contínuas dos clientes, eles não pretendem ser discriminatórios". Agora, o grupo afirma que que crianças menores de 12 anos acompanhadas pelos pais não estarão mais sujeitas a um código de vestimenta.

 

 


Se você é apaixonado por leitura e está procurando uma maneira mais prática de conferir suas histórias favoritas em qualquer lugar, dá uma olhada nos 3 modelos de Kindle do site:

1. Kindle 10ª geração:  https://amzn.to/2Tz1FzZ

2. Kindle Paperwhite 8GB:  https://amzn.to/38evDgN

3. Kindle Paperwhite 32GB: https://amzn.to/30qRpes

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.