CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz

Ex-participante de "Casamento às Cegas" não consegue emprego após reality: "Vou ficar sem teto"

Nick Thompson já havia denunciado o programa por não oferecer suporte emocional aos participantes

Henrique Nascimento | @hc_nascimento - Publicado em 08/08/2023, às 14h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Nick Thompson, ex-participante de "Casamento às Cegas", revelou que não consegue emprego após o reality de namoro da Netflix - Divulgação/Netflix
Nick Thompson, ex-participante de "Casamento às Cegas", revelou que não consegue emprego após o reality de namoro da Netflix - Divulgação/Netflix

Nick Thompson, participante da 2ª temporada de "Casamento às Cegas EUA", revelou que está correndo o risco de perder a sua casa após não conseguir um emprego e acusou o reality de namoro da Netflix de dificultar a sua vida.

Em entrevista ao Daily Mail, Nick, que casou com Danielle Ruhl no programa, de quem se divorciou um ano depois, afirmou que recebeu apenas US$ 10 mil por dez semanas de gravações e, até o momento, não recebeu nenhum pagamento adicional, apesar do sucesso do reality show.

"Quando você pensa na quantidade de dinheiro que eles estão ganhando, e a forma como isso firmou um caminho para futuras temporadas, e o fato de que qualquer um pode me assistir... e eu vou ficar sem teto", declarou o ex-participante, que revelou ter perdido o seu emprego em novembro passado e ter tido dificuldade para encontrar um novo trabalho.

"Eu acabei com toda a minha poupança, gastei todos os meus US$ 401 mil. Eu tenho o suficiente para dois meses do pagamento da minha hipoteca. Eu não consigo um emprego porque as pessoas não me levam a sério", acrescentou Nick, dizendo que trabalhou durante os últimos cinco anos e é experiente na sua área.
Durante "Casamento às Cegas", Nick Thompson se casou com Danielle Ruhl, mas eles se separaram um tempo depois (Foto: Divulgação/Netflix)
Durante "Casamento às Cegas", Nick Thompson se casou com Danielle Ruhl, mas eles se separaram um tempo depois (Foto: Divulgação/Netflix)

Em abril deste ano, o ex-participante acusou a Netflix de negligência emocional durante as gravações do programa de namoro. Em suas redes sociais, ele revelou que perdeu peso, viu sua saúde mental ficar abalada e não recebeu nenhum suporte da produção do reality.

"Quando as pessoas dizem: 'Você se inscreveu para isso'", começou Nick em um vídeo, respondendo a comentários de fãs do programa. Em seguida, ele contou que, durante o confinamento, perdeu quase sete quilos em três semanas de gravação, porque comida e água eram limitadas aos participantes.

"Não houve suporte à saúde mental antes, durante ou depois [do programa]", continuou Nick. "Produtores escondendo que sua parceira teve um ataque de pânico e mandando você ir filmar de qualquer jeito. Isolamento de todos, inclusive de sua noiva, por diversos dias", acrescentou o ex-participante,.

Na legenda, Nick continuou o seu desabafo: "Eu me inscrevi para um experimento amoroso 'baseado psicologicamente', vendido como 'diferente de outros reality shows'. A primeira temporada de 'Casamento às Cegas EUA' me fez acreditar e eu achei que essa experiência poderia funcionar para mim se eu fosse com boas intenções e permanecesse fiel a mim mesmo", afirmou.

Ele ainda disse que, durante o processo de avaliação dos participantes, foram feitos diversos testes psicológicos, para se certificar de que eles estavam "prontos para o casamento", e o psicólogo responsável chegou a conversar com o terapeuta de Nick para evitar "a preocupação de diminuir o progresso feito na minha jornada de saúde mental".

Porém, o ex-participante afirmou que "nada disso era verdade": "Além da 'avaliação psicológica', não houve suporte de saúde mental antes, durante ou depois. Felizmente, tive o luxo de um terapeuta quando voltamos a Chicago após o programa."

"No México [durante a fase de lua de mel do programa], os produtores esconderam que minha parceira havia sofrido um ataque de pânico e me mandaram para o quarto de hotel gravar do mesmo jeito", continou Nick.

"Se houvesse profissionais de saúde mental no set, como afirma a Kinect [Content, produtora do reality], quando uma pessoa estivesse sofrendo um ataque de pânico, não seria o momento apropriado para utilizá-los?", questionou.

Nick ainda disse que "se você ainda não experimentou reality shows em primeira mão, não tem ideia para o que está se inscrevendo" e revelou que é um dos criadores da UCAN Foundation, "uma organização sem fins lucrativos que oferece aos membros do elenco acesso a serviços de saúde mental e revisão de contratos".


Para qual lançamento de 2023 você está mais ansioso? Vote em seu filme favorito!

  • "A Morte do Demônio: A Ascensão" (20 de abril)
  • "Guardiões da Galáxia: Volume 3" (4 de maio)
  • "Renfield: Dando Sangue Pelo Chefe" (4 de maio)
  • "Velozes & Furiosos 10" (18 de maio)
  • "A Pequena Sereia" (25 de maio)
  • "Homem-Aranha: Através do Aranhaverso" (1º de junho)
  • "Transformers 7: O Despertar das Feras" (8 de junho)
  • "Elementos" (15 de junho)
  • "The Flash" (15 de junho)
  • "Indiana Jones e o Chamado do Destino" (29 de junho)
  • "Missão Impossível: Acerto de Contas - Parte 1" (13 de julho)
  • "Barbie" (20 de julho)
  • "Oppenheimer" (20 de julho)
  • "Besouro Azul" (17 de agosto)
  • "As Marvels" (10 de novembro)
  • "Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes" (16 de novembro)
  • "Aquaman e o Reino Perdido" (21 de dezembro)

Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!