CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
TV e Séries / Séries / RETROSPECTIVA 2022

"Dahmer", "Heartstopper", "Wandinha" e mais séries de destaque em 2022 | #RetrospectivaCineBuzz

Em nossa #RetrospectivaCineBuzz, relembre séries que fizeram sucesso na TV e nos streamings

Henrique Carvalho-Nascimento Publicado em 30/12/2022, às 13h00 - Atualizado em 31/12/2022, às 13h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
"Dahmer", "Heartstopper", "Wandinha" e mais séries de destaque em 2022 - Divulgação/Netflix/Apple TV+
"Dahmer", "Heartstopper", "Wandinha" e mais séries de destaque em 2022 - Divulgação/Netflix/Apple TV+

Com dois anos do cinema enfraquecido pela pandemia de coronavírus, as séries de TV (ou de streaming, onde são mais comuns atualmente) conquistaram cada vez mais espaços em nossas vidas.

Em 2022, mesmo com a retomada dos filmes com toda a força, tivemos muitos destaques na telinha, como "House of the Dragon", que estreou para nos fazer esquecer o final terrível de "Game of Thrones"; e "Wandinha", produção derivada de "A Família Addams" dirigida por Tim Burton. Relembre outras séries de destaque em 2022 em nossa #RetrospectivaCineBuzz:

Dahmer: Um Canibal Americano

Nos últimos anos, as pessoas passaram a ter um apreço cada vez maior por séries true crime. Ao perceber isso, a Netflix colocou um de seus principais criadores, Ryan Murphy, para desenvolver "Dahmer: Um Canibal Americano", inspirada na história do serial killer Jeffrey Dahmer.

Porém, talvez nem mesmo a plataforma de streaming pôde prever o tamanho sucesso que a produção faria. Durante semanas após a estreia, "Dahmer" e os detalhes do caso do homem, que matou 17 homens e meninos em quase duas décadas, foram esmiuçados e se espalharam pelas redes sociais como fogo em pólvora.

O sucesso, é claro, também resultou em algumas polêmicas, como a sexualização do assassino, vivido por Evan Peters ("American Horror Story") na série, e alguns problemas com as famílias das vítimas, que não gostaram de reviver o trauma como uma série celebrada da Netflix.

Ruptura

Em "Ruptura", os funcionários de uma empresa, chamada Lumon, escolhem passar por um procedimento que separá totalmente as suas vidas pessoal e profissional, de forma definitiva. Porém, quando Mark (Adam Scott) se encontra no meio de mistério, ele passa a investigar a empresa, criando uma série repleta de tensão e surpresas, que acabou conquistando muita gente.

Com uma temporada de nove episódios, "Ruptura" rapidamente se provou não só um sucesso de público, mas de crítica também. A produção da Apple TV+ foi indicada às principais categorias do Emmy Awards e saiu com duas estatuetas da premiação. Para coroar o fenômeno, foi ordenada uma segunda temporada da trama, que deve estrear em 2023.

Heartstopper

Felizmente, a Netflix nos deixou bem acostumados a esperar diversidade em suas produções, especialmente filmes e séries adolescentes. Porém, ninguém esperava que "Heartstopper" fosse além e estourasse a bolha da representatividade para conquistar públicos que, normalmente, nem dariam bola para um romance juvenil como o de Charlie e Nick.

Adaptada dos quadrinhos de Alice Oseman, a história fez coraçõezinhos de todas as idades palpitarem porque mostrava algo que a comunidade LGBTQIA+ esperava há muito tempo: um romance, puro, simples e, acima de tudo, encantador. Sem dramas paralelos, fins trágicos e situações típicas em produções do gênero. Um romance e ponto final.

Nós crescemos com filmes como "Amor Para Recordar", "Diário de uma Paixão" e "A Culpa é das Estrelas", entre tantos outros romances icônicos, mas protagonizados por casais heterossexuais, e ver uma produção como "Heartstopper" adentrar o gênero sem pedir licença nos faz acreditar que, nos próximos anos, relações LGBTQIA+ serão abordadas de forma mais positiva do que vinha sendo feito até hoje.

House of the Dragon

Quando "Game of Thrones" chegou ao fim, o sentimento entre os fãs era de decepção. Mesmo assim, o final desastroso da série não minou o interesse em "House of the Dragon", série sobre os antepassados de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), uma das personagens favoritas da obra de George R. R. Martin.

A nova produção, que por aqui ganhou o nome de "A Casa do Dragão", não só fez com que os fãs esquecessem a decepção com "Game of Thrones", como brilhou por si só, fez todo mundo grudar no sofá para acompanhar cada episódio domingo a domingo e rapidamente garantiu uma segunda temporada. 

The White Lotus

Depois de uma muito bem sucedida primeira temporada, os fãs estavam ansiosos para o segundo ano de "The White Lotus". Assim como "House of the Dragon", a comédia dramática se tornou um programa obrigatório nos domingos dos fãs, que acompanharam novamente as situações mais bizarras possíveis acontecerem em mais uma temporada na rede de hotéis White Lotus, mas na Itália dessa vez.

Wandinha

"Wandinha" já nasceu um sucesso. Além de ter Tim Burton na direção, a produção ainda escalou Jenna Ortega para viver a integrante mais mal humorada de "A Família Addams" na série derivada.

Só neste ano, a atriz esteve em "Pânico 5" e "X - A Marca da Morte", dois grandes sucessos nos cinemas, o que só aumentou a sua popularidade. Quando "Wandinha" estreou na Netflix, em novembro, o combo acabou funcionando perfeitamente. Ah, e não fez mal também que a série, por si só, já é muito bacana, não é mesmo?


Qual foi a melhor série e/ou minissérie de 2022 até agora? Vote na sua favorita!

  • "Peacemaker"
  • "Cavaleiro da Lua"
  • "Ruptura"
  • "Pretty Little Liars: Original Sin"
  • "Obi-Wan Kenobi"
  • "Stranger Things" (4ª Temporada)
  • "Ms. Marvel"
  • "Andor"
  • "Only Murders in the Building" (2ª Temporada)
  • "Heartstopper"
  • "Sandman"
  • "A Casa do Dragão"
  • "O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder"
  • "Mulher-Hulk: Defensora de Heróis"
  • "Dahmer: Um Canibal Americano"
  • "O Clube da Meia-Noite"
  • "O Gabinete de Curiosidades de Guillermo del Toro"
  • "The White Lotus" (2ª Temporada)
  • "1899"
  • "Wandinha"

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!