CineBuzz
#CineBuzzJáViu / CRÍTICA

"Vai Dar Nada" surge como a comédia que critica as regalias do Brasil | #CineBuzzIndica

Primeiro filme autoral do Paramount+ chega ao catálogo no dia 18 de maio

Thamyris Couto| @thamy_couto Publicado em 12/05/2022, às 12h15 - Atualizado em 18/05/2022, às 10h29

"Vai Dar Nada" surge como a comédia que critica as regalias do Brasil  | #CineBuzzIndica - Divulgação/Paramount+
"Vai Dar Nada" surge como a comédia que critica as regalias do Brasil | #CineBuzzIndica - Divulgação/Paramount+

"Vai Dar Nada" é a nova comédia de Jorge Furtado ("Sob Pressão") e Guel Arraes ("O Auto da Compadecida"), que marca a primeira produção brasileira feita pela Paramount+, streaming responsável pela exibição do filme no dia 18 de maio. Mas, você deve estar se perguntando: do que se trata a história? E eu te digo: fala sobre o DPVAT, além das diversas regalias e brechas nas leis e cargos do Brasil.

Nessa questão, os cineastas conseguiram captar muito bem o que queriam transmitir para quem assistisse ao filme. De maneira leve, dinâmica e com muito humor - não é a toa que Rafael Infante e Katiuscia Canoro estão no elenco - "Vai Dar Nada" mostra como funciona o sistema do nosso país para quem sabe lidar com ele. E segundo Furtado, "é o melhor filme sobre DPVAT" já produzido em solo brasileiro. 

A história acompanha Kelson (Cauê Campos), um jovem que mora com sua irmã Rebeca (Jéssica Barbosa) na casa de seus falecidos pais. Enquanto a moça é esforçada, se dedica aos estudos e ao trabalho no escritório de advocacia, o garoto não quer saber de outra coisa para ganhar a vida, que não roubar. Conhecido como um ladrão de automóveis, Kelson usa sua moto para realizar os furtos, e claro, impressionar seu amor Neide (Fernanda Teixeira). Mas, como tudo na vida precisa de mudanças, ele decide aposentar sua moto velha e comprar a do chefão da comunidade, adquirida por Fernando (Rafael Infante), um golpista sem escrúpulos.

Mas, para piorar a situação de Kelson, a moto comprada é de ninguém menos que Brasilite (Heinz Limaverde), um bandido perigoso e chefão da comunidade onde vive, que foi preso após uma batida policial no local. E como Fernando conseguiu ter acesso a um veículo apreendido pelo departamento? Sim, com com Suzi (Katiuscia Canoro), uma policial que participa dos seus esquemas. E então, quando Brasilite consegue sair da prisão, decide que é a hora de ter sua moto de volta, e agora o casal precisa se virar para despistar tanto a polícia quanto o ladrão. Edmundo (Nicolas Vargas), caneta de Kelson, fazia parte dos combinados para os furto ao lado do jovem.

Seguindo em paralelo a esta trama, a Dra. Marcia (Kizi Vaz) se envolve no problema quando é procurada para ajudá-los a sair de uma fria. Neste ponto da história, Fernando e Suzi já não estão mais juntos, já que uma vez vigarista, sempre vigarista. Com seu crush escondido por Rebeca, que por descuido acaba se envolvendo com Fernando e criando planos para casar, a advogada também ajuda a amiga não cair na lábia do dono do desmanche, e assume seu amor pela estudante de Direito.

Chegando aqui, temos um ponto importante de discussão: a relação homoafetiva entre duas mulheres. Questionada sobre este momento do enredo em uma conversa entre jornalistas, na qual o Cinebuzz esteve presente, Jéssica conseguiu ser muito autêntica com seu posicionamento. Segundo a atriz, sua personagem idealizou a vida toda um tipo de história a seguir, a padrão que todos já conhecem: estudar e encontrar um parceiro decente para se casar e construir uma família. Entretanto, este sentimento romântico que surgiu para com outra mulher "já existia dentro dela, mas nunca fora explorado".

Por fim, qual o parecer de "Vai Dar Nada", palavras tão conhecidas por alguns brasileiros, que buscam aquele jeitinho que já conhecemos? É um filme bom, mas não dos melhores. Apesar disso, tem uma narrativa que prende o espectador desde o começo, que busca entender - e fica curioso - para saber qual vai ser o desfecho do jovem que mora em uma comunidade e consegue ter o básico graças aos furtos que realiza ao lado de Edmundo a pedidos de Suzi e Fernando, responsável por dar "aquele talento" nos carros através das brechas que encontra na legislação do Brasil. No fim, é uma história divertida e que possui uma crítica forte em seu segundo plano.

Lembrando que "Vai Dar Nada" chega ao Paramount+ na próxima quarta-feira, dia 18 de maio. Assista ao trailer:


+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!