CineBuzz
Cinema / ESTREIA

Você precisa assistir a "WandaVision", "What If...?" e outras séries da Marvel para entender "Doutor Estranho 2"?

Novo longa do Mago Supremo chega aos cinemas nesta quinta-feira (5)

Henrique Nascimento | @hc_nascimento Publicado em 04/05/2022, às 11h30 - Atualizado em 07/05/2022, às 19h00

Você precisa assistir a "WandaVision", "What If...?" e outras séries da Marvel para entender "Doutor Estranho 2"? - Reprodução/Marvel Studios
Você precisa assistir a "WandaVision", "What If...?" e outras séries da Marvel para entender "Doutor Estranho 2"? - Reprodução/Marvel Studios

"Doutor Estranho no Multiverso da Loucura" estreia nos cinemas nesta quinta-feira (5) e, além de apresentar uma nova história sobre o herói, também chega para resolver uma dúvida dos fãs: afinal, as séries do Universo Cinematográfico da Marvel realmente têm influência nos filmes ou não?

Quando as séries foram anunciadas como parte da franquia, Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, fez questão de deixar claro como as produções influenciarão o futuro de seu universo compartilhado:

"Elas serão parte do MCu. Algumas vezes, elas serão como 'Capitã Marvel', em um tempo diferente dos eventos atuais, e algumas vezes acontecerão ao mesmo tempo", declarou. "Independentemente do que acontecer nas séries e com os personagens que estavam nos filmes, eles passarão por transformações que refletirão em suas próximas aparições nos filmes."

"Nós estamos criando histórias com uma narrativa mais longa para o Disney+ ao mesmo tempo em que desenvolvemos um pós-['Vingadores: Ultimato'] Universo Cinematográfico da Marvel. E estamos conseguindo fazer algo que nunca fizemos antes, que é entrelaçá-los desde o início, desde a planta", esclareceu ao ComicBookMovie.com. Ou seja, a intenção, a prinício, era de criar uma teia entre as produções, com uma se ligando a outra.

No entanto, no final de 2021, quando algumas séries do estúdio já haviam sido lançadas, Feige voltou atrás: "Honestamente, nós tentamos fazer histórias que se desenvolvem de uma fora que, se você está acompanhando e assistiu ao que aconteceu antes, você vai entender tudo. E, mais importante ainda, se você não assistiu, você vai entender tudo", explicou ao The Wrap.

CineBuzz já assistiu ao novo filme do Doutor Estranho - você pode conferir a crítica completa aqui - e, de fato, há algumas produções que podem ajudar a ampliar a experiência, como "Loki", que apresenta o conceito de multiverso e das Variantes, versões de uma mesma pessoa de outras realidades; ou "What If...?", que mostra possibilidades dentro do multiverso, em que as histórias que já conhecemos são revisitadas e tomam novos rumos.

No entanto, nenhuma delas é determinante para que você entenda "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura". Mesmo "WandaVision", a primeira série do Universo Cinematográfico da Marvel, que se conecta diretamente com os eventos do longa, é dispensável, embora ela apresente o maior número de informações a preencherem os espaços deixados pelo novo filme do Mago Supremo.

Ainda assim, o longa tomou um caminho seguro para que, mesmo os espectadores menos fiéis, consigam assistir sem que se percam na narrativa. É claro que ver Wanda Maximoff em sua forma total, agora como a Feiticeira Escarlate, pode causar estranheza, já que a transformação dela acontece em "WandaVision", mas as suas motivações dentro da trama são compreensíveis, porque são baseadas em um conceito diferente do apresentado na série.

Porém, se você quiser, mesmo assim, saber o que você deve assistir antes de conferir "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura", nós preparamos uma lista e explicamos como os filmes e séries influenciam na trama do novo longa. Confira clicando aqui!

 


 


Depois de "Cavaleiro da Lua", para qual lançamento da Marvel você está mais ansioso?

  • "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura" (5 de maio nos cinemas)
  • "Ms. Marvel" (8 de junho no Disney+)
  • "Thor: Amor e Trovão" (7 de julho nos cinemas)
  • "Mulher-Hulk" (Sem data de estreia definida no Disney+)
  • "Pantera Negra: Wakanda Para Sempre" (10 de novembro nos cinemas)

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!