CineBuzz
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Famosos / POLÊMICA

Advogada alega que Amber Heard não pode pagar indenização de U$ 10,4 milhões a Johnny Depp

Atriz foi condenada a indenizar ex-marido por difamação

CAMILA GOMES | @CAMILAGMS Publicado em 02/06/2022, às 15h20

Amber Heard perdeu o processo de difamação contra Johnny Depp - Win McNamee/Getty Images
Amber Heard perdeu o processo de difamação contra Johnny Depp - Win McNamee/Getty Images

Elaine Bredehoft, advogada de Amber Heard, afirmou em entrevista ao TODAY nesta quinta-feira (2) que a atriz não pode pagar ao ex-marido Johnny Depp os US$ 10,4 milhões em indenização.

A longa batalha judicial chegou ao fim na na quarta-feira (1º), quando o júri de sete pessoas considerou que o casal se difamou mutuamente. O júri determinou que Heard deve indenizar seu ex-marido com o valor de aproximadamente US$ 10,4 milhões, enquanto ator de “Piratas do Caribe” terá de pagar US$ 2 milhões à atriz.

Durante a entrevista ao programa da NBC, Bredehoft foi questionada se Heard terá condições de pagar tal indenização e respondeu que “absolutamente não". De acordo com Elaine, Amber planeja recorrer do veredicto.

O VEREDITO

Após sete semanas de depoimentos e deliberações de quase quatro dias, o corpo do júri, formado por sete pessoas, cuja identidade deve ser preservada por um ano, anunciou nesta terça-feira (1º) o veredito do caso envolvendo os atores e ex-casal Johnny Depp e Amber Heard.

O ator de "Piratas do Caribe" pedia US$ 50 milhões por danos, devido a um artigo de Amber Heard sobre violência doméstica publicado no "Washington Post" em 2018, afirmando que teria sido difamado pela ex-esposa. Apesar de ambos terem perdido o processo, Depp levou a melhor e receberá US$ 10 milhões de Heard. No entanto, ele também foi condenado e terá que pagar U$ 2 milhões a atriz.

Já a atriz de "Aquaman" pedia o dobro (US$ 100 milhões) por declarações de um ex-advogado de Depp chamando seu relato de "farsa". Cada um dos atores declarava ter sido abusado durante o período em que estiveram juntos.

Johnny Depp não estava presente no tribunal e assistiu à decisão por vídeo, da Inglaterra, onde se encontra para fazer um show com Jeff Beck. Amber Heard presenciou a decisão no tribunal.

O julgamento por difamação foi transmitido ao vivo pela internet entre 11 de abril e o último dia 27, o que gerou grande repercussão pela relação conturbada vivida pelos dois enquanto formavam um casal. Nas redes sociais, as hashtags "#JusticeForJohnnyDepp" ("Justiça para Johnny Depp") e "#JusticeForAmberHeard" ("Justiça para Amber Heard") estiveram entre os assuntos mais comentados durante todo o período.


+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!