CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / POLÊMICA

Acusada de transfobia, J.K. Rowling lança livro com personagem perseguido por ser transfóbico

Desde 2019, J.K. Rowling é acusada de transfobia após posicionamentos duvidosos em sua conta do Twitter

Thamyris Couto| @thamy_couto Publicado em 31/08/2022, às 10h35 - Atualizado às 10h59

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Acusada de transfobia, J.K. Rowling lança livro com personagem perseguido por ser transfóbico - Getty Images/Stuart C. Wilson
Acusada de transfobia, J.K. Rowling lança livro com personagem perseguido por ser transfóbico - Getty Images/Stuart C. Wilson

J.K. Rowling, autora da saga "Harry Potter", lançou seu mais novo livro, "The Ink Black Heart". A obra chegou às principais livarias do Reino Unido e Estados Unidos, e já surpreendeu alguns leitores com sua sinopse, que traz um personagem sendo perseguido após ser acusado de transfobia. Soa familiar para alguém?

Creditada pelo ao autor Robert Galbraith, um dos pseudônimos usado por Rowling, a história narra uma trama policial sobre uma cartunista e animadora cancelada nas redes sociais e posteriormente encontrada morta em meio a acusações de transfobia.

"The Ink Black Heart" é o sexto livro da série "Cormoran Strike", e considerado o mais longo, já que conta com 1024 páginas. As obras são protagonizadas pelo detetive particular Cormoran Strike e sua parceira Robin Ellacott.

Com mesmo título, a animação, que fez a fama da personagem assassinada no livro, a dupla de investigadores envolvida no caso descobre que ela vinha sendo perseguida na internet foi uma figura misteriosa das redes sociais, que acaba se tornando a principal suspeita do crime.

Após o lançamento do terceiro livro, em 2015, Rowlingdisse ter planos para outros dez títulos ambientados no mesmo universo. Entretanto, toda essa história pareceu estranha para os fãs e até para aqueles que só acompanharam as polêmicas que a autora esteve envolvida, desde 2019.

ENTENDA A POLÊMICA

A autora da saga "Harry Potter" foi acusada de transfobia por defender Maya Forstater, uma mulher demitida após publicar, no Twitter, que "homens não podem se transformar em mulheres".

Em seu próprio Twitter, Rowling escreveu: "Vista-se como quiser, chame-se do que gostar, durma com qualquer adulto que consinta e queira você. Viva sua melhor vida em paz e segurança. Mas forçar mulheres a deixarem seus trabalhos por afirmarem que sexo é real?", acompanhadas das hashtags #IStandWithMaya (Eu apoio a Maya) e #ThisIsNotaDrill (Isso não é uma brincadeira).

Em um outro caso, a escritora se manifestou sobre o site "Criando um mundo pós-Covid-19 mais igualitário para pessoas que menstruam". "Pessoas que menstruam. Tenho certeza de que costumava haver uma palavra paa essas pessoas", escreveu ela, seguindo com palavras que se assemelham à pronuncia de "mulheres".

Após tal comentário, J.K foi muito criticada pelos internautas e não demorou muito para que escrevesse outro comentário preconceituoso. "Se o sexo não for real, não há atração pelo mesmo sexo. Se o sexo não for real, a realidade vivida pelas mulheres em todo o mundo é apagada. Eu conheço e amo pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a capacidade de muitos de discutir suas vidas de forma significativa. Não é ódio falar a verdade".

Na época, muitas celebridades se posicionaram publicamente sobre os comentários de Rowling e demonstraram repúdio ao que havia dito nas redes sociais. Dentre os nomes, estão Daniel Radcliffe, Rupert Grint, Emma WatsonEddie Redmayne e Evanna Lynch, todos protagonistas de live-actions inspirados nos livros da autora.


Depois de "Mulher-Hulk: Defensora de Heróis", para qual lançamento da Marvel você está mais ansioso?

  • "Pantera Negra: Wakanda Para Sempre": 10 de novembro de 2022 nos cinemas
  • "Guardiões da Galáxia: Especial de Natal" (Dezembro no Disney+)
  • "What If...?" - 2ª Temporada: Início de 2023 no Disney+
  • "Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania": 16 de fevereiro de 2023 nos cinemas
  • "Invasão Secreta": Entre março e junho de 2023 no Disney+
  • Guardiões da Galáxia: Volume 3": 4 de maio de 2023 nos cinemas
  • "Echo": Entre junho e agosto de 2023 no Disney+
  • "As Marvels" (16 de fevereiro de 2023 nos cinemas)
  • "Loki" - 2ª Temporada: Entre junho e agosto de 2023 no Disney+
  • "Blade": 2 de novembro de 2023 nos cinemas
  • "Ironheart": Entre setembro e novembro de 2023 no Disney+
  • "Agatha: Coven of Chaos": Fim de 2023/Início de 2024 no Disney+
  • "Daredevil: Born Again": Entre março e junho de 2024 no Disney+
  • "Capitão América: Nova Ordem Mundial": 2 de maio de 2024 nos cinemas
  • "Thunderbolts": 25 de julho de 2024 nos cinemas
  • "Quarteto Fantástico": 7 de novembro de 2024 nos cinemas
  • "Vingadores: A Dinastia Kang": 1º de maio de 2025 nos cinemas
  • "Vingadores: Guerras Secretas": 6 de novembro de 2025 nos cinemas

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!