CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz

8 destinos brasileiros para os amantes de chocolate

Confira atrações turísticas perfeitas para os chocólatras

Redação EdiCase Publicado em 28/03/2023, às 16h50

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Brasil tem destinos incríveis para quem ama chocolate (Imagem: RossHelen | ShutterStock)
Brasil tem destinos incríveis para quem ama chocolate (Imagem: RossHelen | ShutterStock)

O chocolate do Brasil é apreciado dentro e fora das nossas fronteiras. Só em 2021, foram comercializadas 33 toneladas, e o apreço pelo alimento fica ainda mais forte durante o feriado religioso da Páscoa, que envolve muitas tradições familiares, entre elas a troca de chocolate. Além de adoçar os dias dos brasileiros em suas diversas formas, ele também impacta nossa macroeconomia, já que o país é um dos seus maiores exportadores no mundo.

Por isso, seja voltado para produção artesanal ou em grande escala, uma variedade de municípios brasileirosse destaca pelos produtos à base de cacau. Aos amantes de chocolate, confira alguns destinos selecionados pela Hurb, agência de viagens on-line, e as experiências que podem oferecer.

1. Rio de Janeiro

Em Penedo, encontra-se chocolate para onde quer que se olhe. Localizado na Serra da Mantiqueira, o município tem temperaturas perfeitas para a produção de cacau, o que levou algumas fábricas a se instalarem na região no passado, ativas até hoje.

Além de você poder experimentar uma variedade de produtos e sabores, as fábricas oferecem passeios para acompanhar a produção do doce. Na cidade, a plataforma de viagens indica o Hotel Terras da Finlândia, onde os quartos contam com banheiras de hidromassagem para relaxar nas temperaturas amenas.

Também na serra, Petrópolis abriga a fábrica de chocolates brasileira Katz, originada a partir de imigrantes alemães, desde 1953. Além dos chocolates, a loja da marca na cidade funciona como uma cafeteria, explorando o ingrediente principal em outros preparos, como bebidas e alimentos. Construído a cerca de 100 anos, o Castelo de Itaipava foi projetado para reproduzir a aparência de uma construção medieval, mas seus hóspedes podem desfrutar de sauna, piscinas e hidromassagem.

2. Bahia

Outro local que reúne as características climáticas e do solo necessárias para o plantio do cacau é Ilhéus. Ao visitar a cidade, vale conhecer algumas das fazendas produtoras do fruto, além da primeira fábrica artesanal do Nordeste – a Chocolate Caseiro Ilhéus.

O destino oferece ainda experiências que vão além da produção e degustação. É o caso da hidratação facial à base de chocolate e do circuito de corrida Cacau Running, idealizado para manter viva a cultura local cacaueira. No Resort Tororomba, localizado aos pés da praia de Cana Brava, a estrutura de lazer e a pensão completa para alimentação tornam a estadia livre de qualquer preocupação.

Neste mês, por iniciativa do governo estadual, um novo empreendimento de economia solidária foi inaugurado no município: a Chocosol. Com o projeto, será possível dar apoio – desde o plantio até o produto – às cooperativas e associações de comunidades indígenas, quilombolas e assentamentos rurais que atuam no setor. 

Vista noturna da capital do Espírito Santo
Espírito Santo é um destino para os amantes do chocolate (Imagem: JOEL MIRANDA | ShutterStock)

3. Espírito Santo

Endereço da sede da fábrica da Garoto, Vila Velha não poderia ficar de fora entre os destinos do chocolate. A marca é responsável por três espaços abertos à visitação em seu complexo industrial. No Museu do Chocolate, toda a história de sua criação é contada.

Já na fábrica, o visitante acompanha a produção das delícias na Chocotour, enquanto a loja vende caixas personalizáveis de bombons e outros itens temáticos. De frente para a praia de Itaparica e na principal via de acesso à cidade – a Rodovia do Sol -, o Tulip Inn Vila Velha é o hotel indicado para quem visita a cidade.

4. São Paulo

No estado de São Paulo, o chocolate é o carro-chefe de três cidades – Campos do Jordão, Itapevi e Caçapava. As duas primeiras abrigam fábricas da Cacau Show, enquanto a última, da Nestlé. Na região da grande São Paulo, uma loja chama atenção de quem passa pela estrada velha de Itu.

A megastore da Cacau Show em Itapevi ocupa aproximadamente 2 mil m², se destacando, além do seu tamanho, pelo mural do grafiteiro Kobra. Com o espaço para mil visitantes, a marca desenvolveu um ponto turístico, que tem até parque de diversões e produtos exclusivos.

O processo de fabricação do chocolate é mostrado em uma vitrine, e completam o espaço uma cafeteria e uma gelateria, que vendem também brindes como pelúcias. Responsável pelo Instituto Cacau Show, que oferece atividades gratuitas para crianças e adolescentes na mesma cidade, a empresa doa todo o lucro dessa loja para a iniciativa.

Campos do Jordão.

Já a fábrica da marca fica em outra cidade, ainda mais conhecida pelo chocolate: Campos do Jordão. Várias produtoras locais atraem turistas para a região e, com festivais voltados para esse produto, seu clima a torna perfeita para passear com um chocolate quente em mãos. Na cidade, o Castelo Nacional Inn tem até cinema próprio para receber os visitantes.

Caçapava

No Vale do Paraíba, Caçapava abriga a fábrica brasileira da Nestlé. Para garantir a visita ao local, é necessário agendar o passeio, além de seguir regras como usar sapatos fechados e sem saltos. Para os interessados em conhecer a fábrica da multinacional, a hospedagem no Summit Granvale Hotel é a sugestão da travel tech.

Pôr do sol em Gramado
Gramado é referência no comércio de chocolates (Imagem: Diego Grandi | ShutterStock)

5. Rio Grande do Sul

Dois destinos gaúchos que dividem fronteiras, Gramado e Canela são opções para os chocólatras de plantão. Sede de fábricas como Prawer, Caracol, Planalto, Lugano e Florybal, Gramado chegou a receber o título de capital do chocolate brasileira. Para revelar mais detalhes sobre a produção, os ingredientes usados e o trabalho dos colaboradores, algumas delas oferecem passeios.

Na Caracol, o Reino de Chocolate narra esse processo de forma mais lúdica. Já a Lugano investiu em um parque temático – o único da América Latina – com mais de 200 peças feitas a partir do doce, que inclui até uma réplica da Torre Eiffel inteiramente de chocolate, com 4 metros de altura e 800 quilos.

Situado em Gramado, o diferencial do Sky Palace Hotel são seus 12 mil m² de área verde, que ajudam o hóspede a se desconectar do ritmo acelerado da cidade grande. Considerando a curta distância para a cidade vizinha, é possível chegar a Canela em menos de 30 minutos.

6. Minas Gerais

No sul de Minas, Monte Verde entra na lista graças à Gressoney, marca mais antiga da cidade, fundada em 1978. A visita também é uma boa pedida para os dias mais frios, já que o destaque fica para chocolate quente e fondue. O clima romântico fica completo nos chalés com lareira e vista das montanhas da Pousada Cantinho das Estrelas.

7. Pará

A ilha paraense de Combu, nos arredores da capital, se tornou conhecida pelas guloseimas artesanais a partir do cacau colhido nessa mesma cidade, por pequenos produtores. O chocolate é tão importante para a economia local que perde apenas para o açaí – outra paixão nacional – entre as fontes de renda familiares mais importantes da comunidade. Para passar um dia na ilha, indica-se a estadia na capital. O Hotel Juma Ópera, opção 5 estrelas, se destaca pelo design imperial e moderno.

8. Paraná

Além de comercializar diversas das marcas de chocolate gaúchas, Curitiba também conta com empreendimentos próprios, como Ana Tereza, Icab e Casa de Chocolates. Para aqueles que estão atrás dessa iguaria, a visita ao bairro de Santa Felicidade é obrigatória. Bem no centro da cidade, a hospedagem no San Juan Royal é a dica da empresa.

Por Ana Cajado

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!