CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Diversos / ESTREIA

"Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania" mostra o quanto a Marvel está encolhendo

Filme estreia nesta quinta-feira (16) e falha em aspectos visuais, técnicos e narrativos

Antonio Carqueijó (Redação EdiCase) Publicado em 16/02/2023, às 06h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
"Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania" mostra que a Marvel está perdendo fôlego - Divulgação/Marvel Studios
"Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania" mostra que a Marvel está perdendo fôlego - Divulgação/Marvel Studios

Quando o protagonista tem sua narrativa “encolhida” no próprio filme, para poder instigar o espectador a ver os próximos, você sabe que há algo de errado. Em algum lugar de "Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania", que estreia nesta quinta-feira (16) nos cinemas brasileiros, existe um filme sincero sobre um pai que perdeu muito tempo com a filha e deixou passar a chance de vê-la crescer.

Porém, o sentimento sobre isso foi soterrado por coisas como piadas de cunho sexual que não almejam um público adulto ou infantil, cenários malfeitos e diálogos que deixam a desejar.

Problemas no Reino Quântico

O aspecto divertido que os primeiros filmes da trilogia tinham, de brincar com as proporções dos espaços e dos objetos, enquanto os protagonistas aumentavam e diminuiam, simplesmente desaparece para dar lugar a um Reino Quântico malfeito, que serve de cenário para o novo filme, em que não há qualquer perspectiva de tamanho.

Diminui e cresce

O que parece estar diminuindo é a habilidade do diretor Peyton Reed, que sai de um filme mediano como “Homem-Formiga e a Vespa”, de 2018, para "Quantumania", que sofre com diálogos vergonhosos esse que apresenta diálogos capazes de fazer o espectador afundar na cadeira de vergonha.

E o que cresce é a cara de pau da Marvel Studios em gastar tanto com CGI (Computer-Generated Imagery ou "Imagens geradas por computadores" em português) em um filme com um resultado feio e apressado, que mais parece aqueles quadrinhos prequel que passam quase despercebidos.

Vilão é a exceção

Kang, o Conquistador, vilão vivido por Jonathan Majors ("Lovecraft Country"), acaba se sobressaindo em "Quantumania". Ele segura a maioria das cenas dando um show digno do personagem dos quadrinhos.


Para qual lançamento de 2023 você está mais ansioso? Vote em seu filme favorito!

  • "Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania" (16 de fevereiro)
  • "A Baleia" (23 de fevereiro)
  • "Pânico VI" (9 de março)
  • "Shazam! Fúria dos Deuses" (16 de março)
  • "John Wick 4: Baba Yaga" (23 de março)
  • "Super Mario Bros. O Filme" (30 de março)
  • "Dungeons & Dragons: Honra Entre Rebeldes" (13 de abril)
  • "Guardiões da Galáxia: Volume 3" (4 de maio)
  • "Velozes & Furiosos 10" (18 de maio)
  • "A Pequena Sereia" (25 de maio)
  • "Homem-Aranha: Através do Aranhaverso" (1º de junho)
  • "The Flash" (16 de junho)
  • "Indiana Jones e o Chamado do Destino" (29 de junho)
  • "Missão Impossível: Acerto de Contas - Parte 1" (13 de julho)
  • "Barbie" (20 de julho)
  • "Oppenheimer" (20 de julho)
  • "Besouro Azul" (17 de agosto)
  • "As Marvels" (27 de julho)
  • "Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes" (16 de novembro)
  • "Aquaman e o Reino Perdido" (21 de dezembro)

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!