CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz

Mansão de 205 anos em Londres é a residência mais cara do mundo

Avaliada em R$1,5 bilhões, mansão de luxo pertencia à família real saudita

Redação EdiCase Publicado em 27/03/2023, às 18h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Mansão é a mais cara do mundo (Imagem: chrisdorney | ShutterStock)
Mansão é a mais cara do mundo (Imagem: chrisdorney | ShutterStock)

A mansão de 205 anos, localizada em Londres, tornou-se a residência mais cara do mundo, avaliada em US$ 300 milhões, ou seja, R$1.5 bilhões. The Holme foi construída no bairro Regent’s Park, em 1818, pelo arquiteto inglês James Burton e projetada por seu filho, Decimus Burton. A casa possui o equivalente a quatro acres de extensão, um total de 29.000 pés quadrados de espaço vital. Com 40 quartos, 8 garagens, além de uma quadra de tênis, biblioteca, sauna e uma grande sala de jantar. Por todas essas características, o imóvel é considerado uma propriedade impressionante.

Motivo da venda

Até recentemente, a casa mais cara do mundo era uma cobertura em Nova York, avaliada em US$ 250 milhões. No entanto, The Holme superou essa marca histórica, atraindo a atenção da mídia mundial
A casa de luxo pertencia à família real saudita desde 1998, mas agora está nas mãos do banco, juntamente com um avião e uma residência adicional em Nova York da família, após um empréstimo expirado. A venda de The Holme é considerada a maneira mais rápida e fácil de pagar o empréstimo de US$ 180 milhões.

Mansão The Holme ao lado de lago em Londres.
Propriedade possui 40 quartos (Imagem: godrick | ShutterStock)

Oportunidade única

Para Guilherme Nogueira, corretor de imóveis de luxo, esta é uma oportunidade única na vida para qualquer pessoa que esteja procurando uma casa de luxo incrível. “The Holme é um imóvel verdadeiramente extraordinário que apresenta uma mistura única de arquitetura clássica e amenidades modernas. Londres continua sendo um dos principais destinos de investimento imobiliário de luxo, e esta casa certamente atrairá muita atenção de investidores internacionais”, afirma.

Perfeita para quem busca privacidade

A Beauchamp Estates e a Knight Frank, duas das principais agências imobiliárias do Reino Unido, estão lidando com a lista de venda da casa mais cara do mundo. Segundo Guilherme Nogueira, a demanda por imóveis de luxo em Londres é alta, e The Holme certamente atrairá compradores ricos e famosos. “Esta casa é perfeita para quem busca privacidade, tanto que não existem fotos ou vídeos do imóvel, nem mesmo na própria imobiliária responsável. A localização de Regent’s Park é uma das mais desejáveis de Londres, e a casa oferece uma vista deslumbrante dos jardins”, finaliza.

Por Henrique Souza

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!