CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz

Veja o que esperar de ‘Destiny 2: Queda Da Luz’ para PS4 e PS5

A Bungie vai elevar o nível na próxima expansão para surpreender quem está cansado da boa e manjada fórmula dos últimos tempos

Redação EdiCase Publicado em 24/03/2023, às 18h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Jogo está disponível para Playstation 4 e 5 (Imagem: Prostock-studio | ShutterStock)
Jogo está disponível para Playstation 4 e 5 (Imagem: Prostock-studio | ShutterStock)

A cada três meses, temos que fazer praticamente as mesmas coisas para curtir uma história diferente. Não é uma fórmula ruim, é só que o jogo precisa de novidades para manter o interesse. A Bungie já admitiu isso e avisou que essas mudanças chegarão no ano de Lightfall (A Queda Da Luz), mas que demoram para serem feitas.  

Antes das temporadas do próximo ano, teremos a nova campanha, que vai ditar todo o resto. Em Lightfall, iremos para a cidade de Neonuma, escondida do resto do universo em Netuno. Lá acontecerá o primeiro ataque frontal da Testemunha, o inimigo finaldessa saga.

Novos poderes

Os guardiões vão lutar ao lado dos Nebulares, que são guardiões de Neonuma, contra a Legião das Sombras de Calus, o mais novo Discípulo da Testemunha. A campanha vai revelar um novo poder, a Trama, uma forma da Treva que parece compor o próprio tecido da realidade e que será sua segunda subclasse de Treva, ao lado da Stasis.  

Capa do jogo Destiny 2 para Playstation
Jogo terá novas tramas (Imagem: Colleen Michaels | ShutterStock)

Novo tipo de inimigo

A Trama será usada para criar um gancho no ar para se locomover rapidamente com cipós de energia na grande metrópole de Neonuma. Útil contra os Atormentadores, um novo tipo de inimigo que serve à Testemunha e que deve ser o inimigo comum mais forte de Destiny até aqui.  

Atualizações no jogo

Lightfall trará melhorias gerais, como a tão pedida opção de salvar diferentes grupos de equipamentos e mudar na hora, sem precisar usar um aplicativo externo. Assim, dá para ter suas armas de PVE e PVP em dois grupos diferentes e alternar com uma simples escolha, em vez de trocar tudo manualmente toda vez. Um novo sistema de encontrar jogadores para formar um grupo e fazer qualquer conteúdo juntos (de Strikes a Raids) deve tornar o jogo bem mais ágil e social. 

Por Douglas Martinez – Editora Europa

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!